Construção fecha 2019 com 1ª alta de investimento desde 2013, aponta Ipea

Depois de cinco anos em crise, o setor de construção fechou 2019 em crescimento, segundo estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que divulgou nesta quinta-feira seu Índice Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo.

De acordo com o Ipea, a construção medida pela ótica do investimento cresceu no ano passado 0,5% em relação ao ano anterior, o primeiro resultado positivo por essa base de comparação desde 2013. Entre 2014 e 2018, a construção civil acumulou queda de 30%.

A recuperação da construção tem sido concentrada no segmento imobiliário, refletindo a queda da taxa básica de juros. Os investimentos em infraestrutura, porém, não têm mostrado reação e contribuído, portanto, para a atividade econômica.

No quarto trimestre de 2019, na comparação ao mesmo período do ano anterior, os investimentos recuaram 1,1%. Quando comparado ao trimestre imediatamente anterior, o indicador mostrou queda ainda mais intensa, de 2,4%.

O setor de construção medido dentro da FBCF guarda alguma diferença da forma como o setor é medido dentro do PIB da indústria. Por exemplo, materiais de construção importados não são computados no cálculo do lado da oferta (PIB da indústria).

A recuperação da construção civil é considerada importante para a retomada dos investimentos e também do emprego, porque mobiliza grande quantidade mão de obra. (Valor Econômico)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.