Corredor Noroeste tem 55% das obras finalizadas

foto: divulgação – As obras do Corredor Metropolitano Vereador Biléo Soares-Noroeste superaram
metade do projetado ao longo da última década. De acordo com balanço da
Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), 17,4km dos 31,7km da
extensão total que o corredor terá quando concluído já estão em operação
(55%), sendo 3,8km de vias em Campinas, 5km em Americana, 2,9km em
Hortolândia e 5,7km em Nova Odessa.
Estão em construção mais 6,6km, sendo 2,9km em Santa Bárbara d’Oeste e 3,7km
em Hortolândia. Os 7,7km restantes se referem ao trecho da variante
Sumaré-Hortolândia, que ainda está na fase de projeto executivo. Nesse
trecho está prevista a ligação das avenidas Rebouças (Sumaré) e Olívio
Franceschini (Hortolândia), a construção de quatro pontes e do viaduto sobre
a linha férrea e Ribeirão Quilombo, além da implantação do Terminal
Multimodal de Sumaré.
O projeto do Corredor Noroeste ainda tem outros dois trechos, ambos com
obras em andamento. No maior deles, a extensão Nova Odessa-Americana-Santa
Bárbara d’Oeste (24,3km), 94% dos trabalhos foram executados e a conclusão
está prevista até o fim do ano. Já na extensão Hortolândia-Sumaré-Campinas
(4,8km), 44,5% dos trabalhos foram executados, com conclusão prevista para
julho de 2019.
Por enquanto, já operam a Estação de Transferência Pinheiros e Parada
Emancipação, ambas em Hortolândia. Ainda serão entregues duas alças de
acesso à SP-101 sobre a ferrovia, mais a Estação de Transferência
Rosolém-Hortolândia, Estação de Transferência Peron-Hortolândia, Parada III
da Avenida Lix da Cunha-Campinas e cinco estações de embarque e desembarque.
A demanda de usuários a ser atendida pelo corredor é de 95 mil passageiros
por dia, o que corresponde à movimentação total estimada de deslocamentos em
toda a bacia Noroeste da RMC. (Correio Popular)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.