Efeitos da Covid-19 nas vendas e lançamentos

2ª Pesquisa realizada indica que empresas focadas em habitação popular esperam um impacto menor do que empresas de médio e alto padrão

A ABRAINC realizou entre os dias 20 e 27 de abril a 2° Pesquisa junto a suas associadas para identificar os efeitos da Covid-19 no volume de vendas e nas expectativas para 2020. Foram coletadas 33 respostas.  A amostra representa grande parte das maiores empresas do setor.

Abaixo a compilação dos dados:

CONCLUSÕES

Os efeitos do Coronavírus (COVID-19) não foram uniformes no setor da incorporação:

VENDAS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA:

No segmento MCMV, 60% das empresas tiveram uma redução inferior a 40% nas vendas

Já no segmento MAP, 85% tiveram redução superior a 40%

PREVISÃO DE VENDAS PARA 2020:

MCMV (90%) e MAP (77%) preveem redução de até 40% nas vendas para 2020

PREVISÃO LANÇAMENTOS PARA 2020:

No segmento MCMV, 75% preveem redução de até 20%

No segmento MAP, 54% preveem redução de até 40%

Seguiremos com a pesquisa nas próximas semanas para monitorar o desempenho e expectativas do setor da habitação. Setor responsável por:

Movimentar outros 62 setores da economia;

Impulsionar a economia como um todo (PIB da Construção Civil em 2019 foi de 1,6%, contra 1,1% do PIB Brasil);

Gerar 11% do total de empregos formais do país (2019);

Empregar 2,5 milhões de pessoas, sendo 83% com até 2 salários mínimos; e

Construir mais de 500 mil moradias por ano, contribuindo assim para reduzir o déficit habitacional atual de 7,8 milhões de moradias (FGV).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.