Financiamentos imobiliários somam R$ 5,77 bi em abril, diz Abecip

Os financiamentos para a compra e a construção de imóveis no País somaram R$ 5,77 bilhões em abril, alta de 2,2% em comparação com março e avanço de 40,3% em relação a abril do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 30, pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) e consideram apenas os empréstimos com recursos originados nas cadernetas.

No primeiro quadrimestre de 2019, os financiamentos atingiram R$ 21,4
bilhões, elevação de 39,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

No acumulado dos últimos 12 meses até abril, os empréstimos totalizaram R$ 63,5 bilhões, alta de 40,2% em relação ao apurado nos 12 meses anteriores.

No início do ano, a Abecip divulgou a projeção de que os financiamentos
devem atingir R$ 69 bilhões em 2019, o equivalente a uma alta de 20% frente a 2018.

Unidades – Em termos de quantidade de imóveis, a pesquisa da Abecip apurou que os empréstimos atenderam a compra e a construção de 21,1 mil unidades em abril, resultado 10,6% inferior ao de março, mas superior em 27,8% ao de abril do ano passado.

Nos primeiros quatro meses de 2019, os recursos atenderam 83,9 mil imóveis, alta de 38,2% em relação a igual período de 2018.

Nos últimos 12 meses até abril, foram financiados 251,6 mil imóveis, aumento de 36,9% em relação ao apurado nos 12 meses anteriores.

Ranking – A Caixa Econômica Federal, considerada o banco da habitação,
reassumiu o protagonismo no setor após ter retraído a liberação de recursos no ano passado e perdido a liderança em meio a ajustes internos.

Segundo pesquisa da Abecip, o banco estatal liderou o ranking de concessão
de financiamentos em abril, com R$ 1,693 bilhão em desembolsos. Em seguida vieram Bradesco (R$ 1,314 bilhão), Itaú Unibanco (R$ 1,328 bilhão),
Santander (R$ 687,9 milhões) e Banco do Brasil (R$ 646,2 milhões).

No quadrimestre, a Caixa se distanciou na liderança, com empréstimos de R$ 5,901 bilhões. Em seguida estão Bradesco (R$ 5,053 bilhões), Itaú Unibanco (R$ 4,547 bilhões), Santander (R$ 3,534 bilhões) e Banco do Brasil (R$ 1,664 bilhão).

Em 2018, o Bradesco liderou a concessão de financiamentos, com desembolsos que totalizaram R$ 15,1 bilhões. A Caixa ficou em segundo lugar, atingindo R$ 13,2 bilhões, de acordo com a Abecip. (O Estado de S. Paulo – Economia e Negócios 31/05/2019)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.