Na França, projeto segue a onda das “florestas verticais”

Assim como o italiano Stefano Boeri já planejou as chamadas florestas verticais na Ásia e Países Baixos, agora é a vez do arquiteto franco-belga Vincent Callebaut levar o conceito para a França. O projeto denominado Arboricole é apenas conceitual, mas poderia ocupar 9,400 m².

A primeira vista, o desenho lembra mais uma estufa do que um prédio, com vegetação pendendo pelos andares. No entanto, o objetivo do projeto é oferecer espaços de trabalho colaborativos, restaurantes e, por fim, apartamentos – tudo combinado com séries intricadas de sacadas com jardins.

O design nasceu através da participação de Callebaut de um concurso denominado “Imagine Angers”, que abriu espaço para propostas de transformar a cidade francesa.

Para desenvolver o esquema, o arquiteto contou com a colaboração do desenvolvedor imobiliário Bouygues Immobilier e também da firma de paisagismo Sempervirens, que foi auxiliada pelo INRA (Instituto Francês de Pesquisa Agrícola).

Viver em um apartamento no coração de uma floresta vertical nos lembra nosso sonho de infância: construir cabanas nas árvores para viver melhor em simbiose com os ecossistemas”, afirma Callebaut, que já levou propostas parecidas para outros locais como as Filipinas, Bélgica e Coreia do Sul. (Arquitetura e Construção)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.