RMC criou 1.371 vagas no mês de outubro, diz Caged

A evolução do emprego formal nos municípios segue o crescimento acumulado em
todo o anoGabriel Jabur/ Agência Brasília

O saldo de empregos no mês de outubro foi de 1.371 novas vagas em cidades da
RMC (Região Metropolitana de Campinas). Os números são do Cadastro Geral de
Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, divulgados
anteontem. O Caged leva em consideração as contratações e desligamentos de
trabalhadores com registro em carteira, ou seja, do mercado formal.
Comparativo com o mesmo período do ano passado mostra uma redução de 18
contratações.

Campinas, Santa Bárbara d’Oeste, Paulínia e Americana, respectivamente,
foram os municípios que apresentaram o maior índice de crescimento. No
entanto, Jaguariúna e Monte Mor reduziram o número de empregados com
carteira assinada.

A evolução do emprego formal nos municípios segue o crescimento acumulado em
todo o ano. De janeiro a outubro, houve mais contratações que desligamentos.
Foram 23.327 admissões contra 22.141 demissões. Americana, por exemplo,
registrou 147 novos empregos no mês de outubro – o que representa um aumento
de 42 postos de trabalho em relação a setembro. A crescente anual, até
agora, é de 1.186 vagas criadas.

Na contramão do aumento, estão as cidades de Jaguariúna, Paulínia e
Morungaba. Nestes municípios, demissões superaram contratações. No
somatório, estas cidades cortaram 1659 vagas.

SETORES

Ainda de acordo com o Caged, dos setores analisados, agropecuária e
administração pública foram os que mais fecharam vagas em todo o Estado. Já
os segmentos de Serviços, Comércio e Indústria têm resultados positivos.

Conforme relatório divulgado pela Habicamp (Associação Regional de
Habitação), puxado por Monte Mor, Indaiatuba e Americana, o número de
empregos na construção civil da Região Metropolitana de Campinas ficou
negativo no mês de outubro, como consequência, 171 vagas eliminadas. (Jornal
Todo Dia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.