Cbic prevê aumento de 2% para a construção civil em 2022

Alta está estipulada pela projeção do aumento do PIB e da taxa Selic

Depois de um cenário positivo em 2021, com 7,6% de crescimento, a indústria da construção civil deve continuar em crescimento em 2022, porém em menor escala, com projeção de 2%, segundo a Câmara Brasileira da Industria da Construção (Cbic). A estimativa é feita baseada em uma previsão de crescimento do PIB de 0,5% a 1% e da taxa Selic a 11,5% ao final de 2022.

“Para a Cbic, não será possível manter o atual nível de desempenho do setor se não forem tomadas medidas urgentes para repor a capacidade de compra das famílias de baixa renda”, declarou a entidade.

Francisco de Oliveira Lima Filho, presidente da Habicamp

 

QUEDA NO CRÉDITO

De acordo com a Cbic, em 2021 houve uma queda do crédito imobiliário com o uso do FGTS, seja em valor financiado ou em quantidade de unidades financiadas. As baixas foram 14,1% e 17,05%, respectivamente.

“Esses índices demonstram o impacto das famílias de mais baixa renda, onde está concentrado 90% do déficit”, da habitação, complementou a entidade.

 

AUMENTO DE PREÇOS

Ainda segundo a Cbic, o mercado imobiliário terá aumento de preços nos próximos meses, em decorrência de acumular alta de custos ainda não repassados referentes aos valores dos imóveis.

Por outro lado, o INCC de equipamento e materiais tiveram elevação de 42,25%, no período da pandemia.

“O mercado da construção civil aquecido indica também a movimentação da economia. Mesmo que em menor escala, as previsões são positivas para 2022”, salienta o presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.