Campinas disponibiliza Plano Estratégico de Cidade Inteligente

A Prefeitura de Campinas e o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI) disponibilizam para consulta pública, a partir desta terça-feira, 6 de fevereiro, o Planejamento Estratégico Campinas Cidade Inteligente – PECCI 2019/2029. Esta vai até o final de março e visa coletar subsídios e validar a elaboração do Planejamento entre atores do ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do município. O documento, que vem sendo construído há um ano, está disponível no site no site da Prefeitura de Campinas.

As diretrizes do PECCI serão adotadas para nortear a transformação digital de Campinas em uma cidade inteligente, humana e sustentável para os próximos dez anos. A expectativa é que todos os atores colaborem e atuem de forma organizada. “A Prefeitura é a responsável pela gestão da cidade, mas não é a única a prover serviços e soluções para os cidadãos, o que aumenta a importância de que todos contribuam para que esse plano contemple diferentes visões e estabeleça consensos”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, André von Zuben, que é também o presidente do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. “É importante frisarmos que não é um plano apenas para esta Administração, é um instrumento da sociedade e pelo qual os próximos governos poderão se nortear”, acrescenta o secretário.

O PECCI surgiu a partir de uma das diretrizes estratégicas do Planejamento Estratégico de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campinas, apresentado em 2015 com a vigência de dez anos – PECTI 2015-2025. Ambos têm a coordenação do CMCTI, presidido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo.

O PECCI aborda questões relacionadas com o desenvolvimento sustentável, tecnologias da informação e comunicação, infraestrutura, governança e financiamento do plano. Os trabalhos contaram com a colaboração de pesquisadores e técnicos da Prefeitura, universidades, centros de pesquisa e empresas. 

Campinas projeta que uma Cidade Inteligente deve ser focada nas pessoas e não apenas nas tecnologias, com uma gestão eficiente que ofereça qualidade de vida aos seus cidadãos. “Uma Cidade Inteligente é aquela que coloca as pessoas no centro do desenvolvimento, incorpora Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) na gestão urbana e utiliza esses elementos como ferramentas que aprimorem a eficiência do governo, englobando o planejamento colaborativo e a participação cidadã”, afirma o secretário André von Zuben. 

As contribuições para o Planejamento Estratégico Campinas Cidade Inteligente devem ser encaminhadas aos coordenadores do plano por meio do endereço eletrônico pecci@campinas.sp.gov.br até as 23:59 do dia 31 de março de 2019. Após esse prazo, todas as contribuições serão analisadas com vistas ao aperfeiçoamento do documento.

As contribuições devem ser feitas por meio de comentários sobre pontos específicos do plano, os quais devem estar identificadas por meio do capítulo e seção a que se referem. Somente serão aceitas contribuições com autores devidamente identificados. Eventuais dúvidas ou esclarecimentos adicionais podem ser encaminhados pelo mesmo endereço eletrônico. (Prefeitura de Campinas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.