Campinas ocupa 2º lugar em consumo no Estado de São Paulo

Com R$ 37,6 bilhões gastos pelos moradores e visitantes no comércio e varejo, Campinas ocupa a segunda colocação no ranking de consumo no Estado de São Paulo e a décima posição no Brasil. O novo levantamento acaba de ser divulgado pela consultoria IPC Marketing Editora. No Estado, a cidade de Campinas fica atrás apenas de São Paulo.
Segundo a pesquisa, o interior paulista representa 53,4% do total em dinheiro a ser gasto, até o final do ano, com alimentação, habitação, transporte, saúde, vestuário e educação, entre outros itens de consumo, em todo o estado de São Paulo, que terá gastos de R$ 1,22 trilhão.
A cidade de São Paulo lidera o ranking nacional e estadual, com potencial de consumo de R$ 348,7 bilhões até o final do ano. No país todo, o IPC Marketing 2018 prevê potencial de consumo de R$ 4,45 trilhões em 2018, aumento real de 3% (variação de R$ 240,7 milhões) em relação ao ano passado.
INVESTIMENTOS
A pesquisa também apontou que o interior paulista lidera a busca por crédito na Desenvolve SP, a Agência de Desenvolvimento Paulista, ligada ao governo estadual e responsável por linhas de crédito de longo prazo para pequenas e médias empresas e também municípios.
De acordo com os dados da instituição, o interior representa 67% dos empréstimos contra 33% da Região Metropolitana de São Paulo.
A participação dos municípios interioranos também foi responsável pela alta de 21% nos financiamentos realizados no primeiro semestre de 2018, na comparação com 2017.
No último mês de julho, a Desenvolve SP registrou o maior desembolso mensal dos últimos cinco anos, com R$ 66,1 milhões. Atualmente, a agência opera uma carteira de R$ 1,245 bilhão, a quarta maior entre as agências de fomento e bancos de desenvolvimento do país. (Da Comunicação Estratégica Campinas)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.