Campos Sales, tradicional avenida de Campinas, será requalificada em 2022

Projeto que está programado para ter início no segundo semestre, conta com fiação subterrânea, novo pavimento, paisagismo e modernização

Na última sexta-feira (10), foi lançado pelo prefeito Dário Saadi, o projeto de requalificação da tradicional Avenida Campos Sales, em Campinas. Denominado de “Viva Campos Sales”, a iniciativa terá início no segundo semestre de 2022, com previsão de até 12 meses, o investimento de R$ 12 milhões terá a maior parte dos recursos vindo de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC).
A responsabilidade pela condução do projeto será da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). A iniciativa é uma continuação do mesmo processo que aconteceu na Avenida Francisco Glicério, entre 2015 e 2016.
O presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho parabeniza a iniciativa e salienta que a iniciativa vai movimentar a economia da cidade. “Sem dúvidas a iniciativa é muito importante e só trará benefícios para Campinas. É uma cidade com muito potencial de crescimento. Se modernizar é fundamental para o crescimento econômico, social e imobiliário, especialmente diante do cenário de crise alavancado pela pandemia de Covid-19”, afirma.

VISÃO DAS AUTORIDADES
Dário Saadi ressaltou que é uma iniciativa muito importante, que, seguindo o exemplo da Glicério, vai avançar na revitalização do centro.
“Uma cidade como Campinas tem que enfrentar desafios grandes como estes, mesmo sabendo das dificuldades. Uma intervenção desse tamanho vai gerar algum transtorno, mas o resultado final, sem dúvida, compensará”, declarou.
A arquiteta e urbanista Maria Rita Amoroso, responsável pelo projeto arquitetônico da Viva Campos Sales e também da Avenida Francisco Glicério esteve no lançamento e falou sobre o projeto.
“Requalificação preserva a história de uma forma muito importante para o cidadão e principalmente se tratando de um projeto de inclusão”, disse.

AS MUDANÇAS
Entre as mudanças, estão a ampliação de calçadas em dois metros de cada lado, troca de pavimento, melhoria da acessibilidade e segurança como elevação de cruzamentos. Toda a fiação será subterrânea, que será através de uma parceria com a CPFL.
Além disso, o sistema de água e esgoto será refeito. A avenida também ganhará novos pontos de iluminação, e até mesmo árvores artificiais, que serão estruturas responsáveis pela geração de energia solar. Serão duas faixas para carros e uma faixa exclusiva para ônibus e a via também ganhará vagas rápidas.

EXCELENTE LOCALIZAÇÃO
Com 920 metros de comprimento, a avenida foi escolhida por ser umas das mais importantes e tradicionais da cidade. A via liga movimentada Francisco Glicério ao pátio ferroviário e conta com muitas empresas, área construída e possui um grande valor imobiliário.

PARTICIPAÇÃO POPULAR
A iniciativa terá a participação da população através de reuniões com comerciantes locais e com a Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC). Sugestões de ideias para o projeto poderão ser enviadas pelo e-mail [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.