Classe média pagará mais por crédito imobiliário, diz presidente da CEF

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, sinalizou nesta segunda-feira, 7, que a instituição deve elevar a taxa de juros do financiamento imobiliário concedido para a classe média. Segundo ele, a classe média terá de pagar juros de mercado na Caixa ou buscar opções de crédito nos bancos privados. “Classe média tem de pagar mais ou vai buscar no Santander, Bradesco ou Itaú. Na Caixa Econômica Federal, vai pagar um juro maior que o do MinhaCasa Minha Vida, certamente, porque vai ser um juro de mercado”, afirmou ele após ser empossado presidente da Caixa, o maior banco de financiamento imobiliário do país. Segundo Guimarães, os recursos mais baratos para a concessão de crédito
habitacional – que vem do FGTS ou poupança – devem ser destinados para o
financiamento de famílias de menor poder aquisitivo, atendidas pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Para os usuários desse programa, não haverá elevação dos juros do financiamento. “O juro não vai subir para o Minha Casa Minha Vida. Juros de Minha Casa Minha Vida é para quem é pobre”, afirmou. (Veja)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.