Dispositivo contra surto em ligação elétrica passou a ser obrigatória, em Campinas

O Dispositivo da CPFL Paulista de Proteção Contra Surtos, conhecido como
“postinho”, foi incluído no padrão de entrada para clientes que solicitarem
ligações novas, religamentos após obras e reformas, ou aumento de carga. A utilização do DPS se tornou obrigatória a partir de 1º de março de 2019.

O Diretor de Engenharia da CPFL Energia, Caius Vinícius Malagoli, explica
que o DPS está disponível em diversas marcas e pode ser encontrado em lojas de materiais de construção e elétricos. De 3 a cada 10 solicitações de
instalação dos postinhos são negados porque os proprietários dos imóveis
desconhecem as tipificações exigidas pela CPFL, por isso, a CPFL Paulista
recomenda que a instalação do DPS seja feita por um profissional habilitado.

Mesmo para o consumidor que já está conectado, Caius recomenda a atualização do DPS. De acordo com Caius, O DPS é um equipamento desenvolvido para detectar a presença de sobretensões, também chamadas “surtos” temporários na rede de energia elétrica, e direcioná-las para o sistema de aterramento antes que elas atinjam a rede interna do imóvel e, por consequência, os equipamentos eletroeletrônicos. (CBN Campinas)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.