Doria quer privatizar o Trem Intercidades

Em Davos, Doria apresentou a empresários oportunidades de investimento no EstadoDivulgação/GESP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), incluiu no pacote de privatizações do Governo do Estado o projeto do chamado “Trem Intercidades” – que pretende interligar São Paulo a Campinas e Americana. Doria participou do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, de onde retornou no último dia 24.

O plano de privatizações do Governo de São Paulo, mostrado a investidores em Davos, é extenso e contempla desde aeroportos até novos trechos de rodovias e estradas férreas estaduais.

Entre elas, está a concessão de 20 aeroportos para a iniciativa privada, de 139 km de linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), de 79 km do Metrô e o Trem Intercidades (TIC), orçado em R$ 5,4 bilhões.

PUBLICIDADE

“Estamos levando ao Brasil e a São Paulo excelentes oportunidades para expansão do investimento internacional em nosso Estado”, disse Doria, ao regressar da Suíça.

A prioridade da Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos para viabilizar o Trem Intercidades será dos trechos entre São Paulo e Campinas, e de Campinas a Americana.

Dos 137 quilômetros de extensão do trecho da linha São Paulo-Campinas-Americana do Trem Intercidades, 83 km estão concedidos à Rumo Logística, e 54 km à MRS Logística.

Segundo a Rumo, o fluxo de carga torna necessária a construção de uma nova via exclusiva para passageiros no trecho entre Campinas e Americana. Para a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), no entanto, o ideal seria o compartilhamento da infraestrutura atualmente concedida à empresa. (Jornal Todo Dia)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.