Oferta e demanda online de imóveis crescem 53% em janeiro

A expectativa de que o segmento imobiliário esboce uma reação positiva em 2019 começa a se concretizar. É o que mostra um levantamento realizado pela OLX com resultados deste início de ano. A categoria Imóveis da plataforma apresentou 53% mais anúncios em janeiro de 2019 do que no mesmo mês do ano anterior.

Como tendência de comportamento que pode refletir no mercado para o resto do ano, a plataforma notou que a procura por imóveis cresceu 7% neste mesmo período. Houve um crescimento de 15% nas buscas por imóveis para locação e de 3% na procura por imóveis para compra em janeiro deste ano.

A alta na demanda percebida pela OLX nesse início de ano refletiu até na
procura por salas comerciais e escritórios, que foi o tipo de imóvel que a
busca mais cresceu neste intervalo – 20% de aumento. Os apartamentos
anunciados na plataforma também apresentaram um bom crescimento em relação às buscas, chegando a 17%. A OLX ainda registrou alta de 9% no número de usuários únicos mensais que acessaram a categoria Imóveis em janeiro deste ano, em comparação com janeiro de 2018.

“Estamos em um momento de retomada do crescimento no setor imobiliário e nossos números comprovam que há um movimento otimista por parte dos brasileiros que estão buscando e anunciando imóveis. Isso possibilita boas negociações, bons preços e boas oportunidades para fechar negócio e adquirir o imóvel dos sonhos”, analisa Marcelo Dadian, Diretor de Imóveis da OLX Brasil.

Top 5 Estados com mais buscas em janeiro de 2019

Estados – Representatividade dos Estados
São Paulo – 23%
Rio de Janeiro – 14%
Minas Gerais – 8%
Paraná – 8%
Santa Catarina – 7%

Tipos de imóvel com mais buscas em janeiro de 2019

Tipos de imóvel – Distribuição
Casas – 45%
Apartamentos – 36%
Terrenos, sítios e fazendas – 14%
Outros – 5%

Tipos de imóvel com maior crescimento em buscas (janeiro 2018 x janeiro 2019)

Tipos de imóvel – Crescimento em buscas
Salas comerciais e escritórios – 20%
Apartamentos – 17%
Casas – 3%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.