Região de Campinas concentra US$ 2,1 bilhões em investimentos em SP, aponta Seade

A Região Administrativa (RA) de Campinas (SP) foi destaque no estado de São Paulo em investimentos anunciados confirmados no ano de 2018. O montante de US$ 2,1 bilhões equivale a 14,1% do aporte total estadual, US$ 15,2 bilhões. A RA de Campinas foi a que mais teve participação na indústria em SP, 38,4%.

O levantamento faz parte da Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo (Piesp), realizada pela Fundação Seade.

“A região de Campinas lidera os investimentos na indústria, e a maior parte
é de empresas multinacionais, que usam o estado de São Paulo como plataforma da América do Sul”, afirma Margarida Kalemkarian, coordenadora do estudo e economista da Seade.

O valor representa a confiança de investidores – privados, na maioria, e
alguns públicos. Margarida explica que, quando as empresas privadas
investem, é porque elas estão visualizando possibilidade de avanço e novas
atividades que surgem. Desta forma, acabam impulsionando toda a atividade econômica.

“Vão sinalizando que a atividade econômica está avançando. Na medida em que existe uma segurança por parte das empresas para investir, esse clima de negócios acaba sendo positivo”, diz.

No entanto, o aporte computado em 2018 é um dos menores dos últimos anos na região. No período de 2012 a 2018, a RA de Campinas contabilizou um total de US$ 24,8 bilhões, com altos e baixos.

A quantia do ano passado é 14,65% menor do que a de 2017, que somou US$ 2,5 bilhões. Só em 2016, que registrou US$ 1,3 bilhão por conta da recessão na economia, o valor foi menor do que em 2018.

“No ano passado, a gente teve uma série de problemas que acabaram
influenciando negativamente a atividade econômica, mas, mesmo assim, a gente teve um resultado bastante razoável. Teve a greve dos caminhoneiros,
eleições, problemas no cenário internacional, as exportações para a
Argentina foram reduzidas, uma série de fatores”, explica a economista.

O ano de 2012 foi o primeiro da série de estudos da Fundação com dados mais completos sobre os investimentos de cada região. Este também foi o ano com maior valor anunciado por investidores, US$ 9,4 bilhões .

“Aquele ano foi dos melhores anos para São Paulo e para o país. Tinha um
grande crescimento de infraestrutura; o aeroporto de Viracopos; Paulínia,
que puxou bastante investimento da Petrobras para criar novos tipos de
combustíveis”, lembra Margarida.

Influência do dólar x situação em real

A economista ressalta que a variação no dólar no ano passado influenciou
diretamente no resultado do estado, mas o cenário muda quando se converte os valores em real (R$).

A diferença entre os investimentos de 2018 e 2017 na RA de Campinas foi
equivalente a 14,65% em dólares e a 2,1% em reais. (Correio Popular)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.