Saiba mais sobre a empregabilidade após graduação

De acordo com uma pesquisa realizada com 8.465 brasileiros pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), apenas 14,87% dos recém-formados que graduaram entre 2019 e 2020 conseguiram vagas nas suas áreas de formação após três meses da formatura. Segundo um levantamento feito em 2019, houve uma redução de 45% no número de formados (graduados entre 2014 e 2018), que trabalharam na área de graduação em até um trimestre depois da formatura. Há dois anos, 27,02% dos entrevistados afirmaram ter conseguido emprego em suas áreas de formação em menos de três meses.

Confira os dados registrados na pesquisa:
– 52,12% afirmaram não estar trabalhando;
– 27,85% estão desempregados há mais de um ano;
– 19,93% dos 43,05% já inseridos no mercado estão executando atividades relacionadas às suas profissões.

empregabilidade após graduação
                   Francisco de Oliveira Lima Filho

De acordo com o Presidente da Habicamp, Francisco Lima Filho, a dificuldade de conquistar o primeiro emprego na área de formação se torna cada vez mais difícil para os brasileiros. “Se os dados de antes da pandemia já mostram essa dificuldade de ingressar e conquistar um espaço na área de estudo, imagine para os universitários da geração Covid-19! Agora, com as aulas online e a falta de oportunidades de estágios a preparação do jovem para o mercado de trabalho se torna ainda mais difícil”, explica Lima Filho.

Segundo o Presidente, outro tópico que deve ser levado em consideração é a alta de desempregos. “Agora com a crise da pandemia, mais pessoas perderam seus empregos e, por isso, a taxa de desemprego aumenta e os futuros jovens profissionais devem concorrer com pessoas que já possuem experiência e especializações. Às vezes eles acabam concorrendo por uma salário relativamente de entrada, já que as condições de crise desencadeiam esse cenário”, finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.