Aluguéis residenciais sobem 0,59% em maio deste ano

São Paulo foi a única cidade com queda na variação média do aluguel

Fonte: Agência Brasil – Repórter Vitor Abdala

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (Ivar), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou alta de 0,59% em maio deste ano. A taxa é inferior ao 0,82% observado no mês anterior.

Segundo a FGV, o índice acumula variação de 8,83% em 12 meses, a maior taxa desde o início da série histórica, em janeiro de 2019.

Em maio, a única cidade a apresentar queda na variação média do aluguel residencial foi São Paulo (-0,26%). No mês anterior, a capital paulista havia tido inflação de 1,27%.

As outras três cidades apresentaram inflação em maio e taxas mais altas do que as observadas no mês anterior: Rio de Janeiro (1,31% em maio ante uma taxa de 0,31%

Francisco de Oliveira Lima Filho, presidente da Habicamp

no mês anterior), Belo Horizonte (1,97% em maio ante -0,07% em abril) e Porto Alegre (0,87% em maio ante 0,82% em abril).

Na variação anual, três das quatro cidades tiveram alta na taxa de inflação de abril para maio: Rio de Janeiro (de 8,70% para 10,33%), Belo Horizonte (de 14,87% para 15,96%) e Porto Alegre (de 7,17% para 8,06%). Em São Paulo, a taxa caiu de 6,54% para 6,49%.

O presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho, explica que a variação é um reajuste característico do atual cenário. “O aumento dos preços dos aluguéis pode decorrer tanto do aumento generalizado de preços do mercado, quanto pela procura, que aumentou, com a melhora do cenário pandêmico”, reforça.

Edição: Maria Claudia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.