Artigo: espalhado ou adensado?

Welton Nahas Curi

Neste artigo, Welton Nahas Curi, vice-presidente da Construção Civil da Habicamp, fala sobre os Planos Diretores dos munícipios e projetos de urbanismo. Leia mais abaixo!

A corrente urbanística dos últimos anos, e os Planos Diretores dos municípios, foram quase todos conduzidos para o adensamento dos centros urbanos, acompanhando a visão de que o adensamento ordenado proporciona melhoria da mobilidade, diminuição das distâncias e reduz custos de infraestrutura, e consequentemente melhorando a qualidade de vida dos cidadãos nas cidades. Dentro deste espectro, muitos dos investimentos foram em sistemas de transporte coletivo e ciclovias. Consequentemente o carro foi se transformado no grande vilão. Nesse processo em andamento, várias cidades como São Paulo, Nova York, Buenos Aires, Tokyo, Chicago, etc, passaram a ter melhorias de mobilidade em suas regiões central e envoltória e o uso do carro se tornou indesejável diante das várias opções de mobilidade oferecidas.

Até aí, tudo caminhava para um consenso e uma boa ideia, mas eis que surge o COVID-19 e os lugares mais atingidos são justamente os municípios mais adensados.

Como urbanista, precisamos redefinir alvos e objetivos. Para onde vamos? Talvez um hibrido do espalhado e do adensado surja como melhor solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.