Aumento na procura de imóveis de alto padrão no Brasil aponta nova tendência no mercado

Entenda a procura dos brasileiros por endereços supervalorizados para investir diante do cenário da crise sanitária

Sob um novo olhar a respeito da qualidade de vida, alguns endereços passaram a ser mais requisitados e, portanto, supervalorizados, principalmente os imóveis de alto padrão. Um metro quadrado que já era considerado caro pelos próprios empresários do setor, com valor inicial de R$ 30 mil, passou a custar perto de R$ 50 mil.Os proprietários (moradores ou investidores) estão satisfeitos com a nova tendência de busca por moradias de alto padrão. E, se alguém ainda pretende entrar nesse grupo, a notícia vale a pena.

A pandemia com certeza influenciou pela busca por casas mais espaçosas, com boa infraestrutura e área de lazer arborizada, que remete à busca por estar próximo da natureza, principalmente devido às alterações nos modelos de trabalho. A necessidade de trabalhar no modelo home office trouxe uma nova perspectiva sobre espaço e reflexões sobre morar em lugares amplos, e deve prevalecer. De acordo com o presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho, a casa voltou a ser uma prioridade. “Antes da pandemia, as pessoas viviam dias corridos e chegavam em casa tarde, apenas para jantar e dormir. Agora, esse cenário mudou e muitos perceberam como estar em casa é valioso. A casa voltou a estar no primeiro plano”, afirma.

Imóveis de alto padrão em condomínios horizontais

Uma das alternativas mais buscada são os condomínios horizontais dentro das cidades, que combinam exclusividade, por se tratar de poucas casas, e segurança. Assim, aquele proprietário que antes possuía dois endereços, uma casa para lazer e um apartamento na cidade para trabalho, agora procura por uma opção que unifique os dois. Além disso, a procura por imóveis localizados em condomínios fechados também valorizou, principalmente aqueles que tendem a criar espaços diferenciados para os moradores, como é o caso do Haras Larissa, em Monte Mor. Uma antiga fazenda, onde a tradicional família Bordon criava cavalos ingleses se tornou um empreendimento de altíssimo luxo, com um ar europeu e muita generosidade nos espaços, lotes e terrenos. O haras também conta com muita natureza ao redor, um pomar com 46 tipos de frutas, rebanho com 600 ovelhas e um centro hípico inacreditável.

Essa curva, na opinião de especialistas, deve permanecer ao decorrer dos anos. Isso porque essa transformação será duradoura mesmo depois que a pandemia do coronavírus chegar ao fim, pois a tecnologia mostrou que é possível trabalhar mais isolado, e mesmo assim conectado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.