Bancos aumentam juros de crédito imobiliário

Banco Central faz aumento na taxa Selic pela quarta vez consecutiva.

Escute a opinião do presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho.

 

Após longas temporadas na corrida dos bancos para baixar os juros do crédito imobiliário, o jogo foi invertido já que agora várias Instituições financeiras estão subindo as taxas dos novos contratos de financiamento. A previsão é de que momentos difíceis chegarão na economia brasileira.

Dentre os maiores bancos privados que decidiram aumentar as taxas cobradas no crédito imobiliário estão: Santander, Itaú Unibanco e Bradesco, aumentando cerca de 0,5 a 1,0 ponto porcentual, chegando perto de 8% ao ano. Tais resultados mexeram bastante com os consumidores, já que a taxa média de juros dos financiamentos estava no patamar mais baixo da história nos últimos tempos, com 7% ao ano. Há alguns anos, a média estava em torno de 9% a 10%, o que reduzia o poder de compra do cidadão. Além disso, o Banco Central (BC) decidiu aumentar, pela quarta vez consecutiva, a taxa básica de juros Selic, em 1 pp, a 5,25% ao ano (aa), tendo decisão unânime.

Pelo aumento de preços dos alimentos, combustíveis e energia elétrica, os economistas do mercado financeiro já projetavam inflação de 6,79% para esse ano, sendo uma posição de valor bem acima do teto da meta de inflação, causando pressão para elevar os juros.

De acordo com o presidente da Associação Regional da Habitação de Campinas, Francisco de Oliveira Lima Filho o aumento não deveria acontecer, especialmente em um ano de pandemia.

“Eu não vejo o porque o Banco Central fez o aumento na taxa Selic, ele deveria dar exemplo hoje. O aumento feito pela quarta vez seguida é um tanto problemática, isso não poderia acontecer, principalmente pelo estado da economia que estamos vivendo hoje no Brasil.

Prefeitura autoriza estudo para implantação de modal ferroviário
Francisco de Oliveira Lima Filho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.