Cai número de ações condominiais

Levantamento realizado mensalmente pelo Departamento de Economia e
Estatística do Secovi-SP, no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo,
mostra que o número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa
condominial registrou queda de 6,7% em julho deste ano. No mês, foram
ajuizadas 951 ações, contra as 1.019 protocoladas em junho deste ano.
Comparado a julho de 2017 (1.411 processos), houve queda de 32,6%. No
acumulado deste ano, foram protocoladas 6.837 ações, recuo de 8,5% na
comparação com o mesmo período do ano anterior (7.470 casos).
Por outro lado, houve aumento nos últimos 12 meses. De agosto de 2017 a
julho de 2018, foram protocoladas 12.766 ações, aumento de 23,5% na
comparação com o período anterior (agosto de 2016 a julho de 2017), com
10.341 ações.

Conforme explica Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária
e Condomínios do Sindicato, dentre os fatores que contribuíram para reduzir
as pendências em julho, estão os acordos extrajudiciais, que surtem efeito
na maioria das vezes.
“Os inadimplentes preferem negociar. Para o condomínio, é melhor receber
parcelado do que ingressar com uma ação na Justiça”, afirmou o dirigente,
que recomendou aos síndicos e às administradoras que reforcem a cobrança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.