Campinas permanece como segunda melhor cidade para se empreender no Brasil

O Instituto Empreender Endeavor acaba de publicar o estudo anual sobre as melhores cidades para se empreender no Brasil, relativo ao ano de 2017.
Pelo ranking da entidade, Campinas permanece como a segunda melhor cidade no Estado de São Paulo, atrás somente da Capital. Porém, comparando com o
estudo de 2016, a cidade caiu quatro postos no Brasil, passando de 3º para o sétimo lugar.

O estudo da Endeavor avaliou as 32 maiores cidades brasileiras de 32 Estados. Ao todo, foram analisados 55 indicadores em sete segmentos:
ambiente regulatório, mercado, inovação, acesso a capital, infraestrutura,capital humano e cultura empreendedora. A 1ª do Brasil é a capital
paulista,seguida por Florianópolis.

Campinas atingiu Índice total de 6,725. No quesito tempo de processo para se abrir um negócio, a cidade atingiu 4,30. Quando os dados são
desmembrados, o levantamento apurou que um empresário necessita de 111 dias para abrir uma empresa, 458 dias para regularização de um imóveis e 71,1 é a taxa decongestionamento em tributos estaduais. Neste quesito, a cidade ocupa a 31ªposição

No quesito Custos de impostos. Campinas ocupa a 4ª colocação (Alíquota interna média do ICMS é de 12,92%, a alíquota média do IPTU de 1,24%, a
alíquota média do ISS de 4,30% e o número médio de incentivos fiscais estaduais soma 3,78.

Com relação à Complexidade tributária, Campinas está na 12ª. Neste campo, o estudo avaliou: obrigações acessórias estaduais (índice de 5,67), obrigações
acessórias municipais (1,65), Número de atualizações tributárias estaduais (221) e, Número de atualizações tributárias municiais (33), com CNDs
municipais chegando a 8,8. (Da Comunicação Estratégica)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.