Casas pré-fabricadas: tipos, vantagens e como funciona

As casas pré-fabricadas já são velhas conhecidas em países da Europa, nos Estados Unidos e na China. Mais baratas e fáceis de construir do que uma construção tradicional, os pré-fabricados também estão ganhando espaço no mercado brasileiro, com algumas empresas se especializando na produção de peças pré-moldadas para projetos de construção civil.

Em 1907, a Edison Portland Corporation – do inventor e empresário Thomas Edison – produziu no canteiro de obras todas as peças pré-moldadas para a construção de um edifício industrial nos EUA. No entanto, o uso dos pré-fabricados só se intensificou a partir de 1950: depois da devastação causada pela 2ª Guerra Mundial, foi necessário adotar um método construtivo mais prático e de baixo custo para reerguer as construções destruídas.

O que são as casas pré-fabricadas?

As casas pré-fabricadas possuem seus componentes produzidos industrialmente antes das obras começarem. As peças são transportadas até o canteiro de obras e, com o uso de mão de obra especializada, são montadas de acordo com o projeto, o material utilizado e as orientações do fabricante.

O mais interessante é que os módulos pré-fabricados também podem ser utilizados para a construção de edifícios de pequeno e grande porte e até em obras de infraestrutura, como pontes e galpões.

As peças pré-fabricadas podem ser feitas a partir de madeira, aço e concreto – há ainda a construção com containers, onde essas estruturas são renovadas e adaptadas para a criação de casas, escritórios, hotéis e até edifícios residenciais

Vantagens dos pré-fabricados

Em comparação com a construção tradicional – que utiliza alvenaria ou concreto armado em alguns casos – a construção pré-fabricada possui inúmeras vantagens:

Construção mais rápida: com as peças já estão prontas e só é preciso montá-las, o tempo de obra acaba reduzindo. Em média, uma casa pré-fabricada fica pronta até 40% mais rápido. Além disso, em locais mais distantes ou com acesso limitado, o uso de pré-moldados diminui a demora causada pelo transporte e entrega de materiais.

Menos desperdícios: o uso de pré-moldados diminui a geração de entulho, já que as peças são feitas sob medida e utilizadas integralmente na construção.

Sustentabilidade: redução do uso de água na construção, já que muitos insumos são dispensados com o uso das peças.

Custo fixo: enquanto a alvenaria tradicional possui custos bastante variáveis, a construção com pré-fabricados possui um custo fixo, determinado no início do projeto de acordo com o layout, dimensões, quantidade e tipo de peças necessárias. Em alguns casos, apenas os custos com acabamento e finalização não estão incluídos, e podem variar de acordo com os fornecedores e materiais escolhidos.

Personalização: as peças pré-fabricadas funcionam quase como um quebra-cabeças. Assim, é possível pensar em infinitos layouts, tamanhos e formas de utilização, tudo de acordo com as necessidades do futuro proprietário. Se um casal com dois filhos tiver mais um, por exemplo, é fácil e rápido adicionar mais um quarto à casa, sem a necessidade de quebrar paredes ou fazer avaliações estruturais do imóvel para uma reforma.

Aparência

Apesar de já virem quase prontas da fábrica, as casas pré-moldadas podem receber a maioria dos acabamentos e materiais de apoio que as de alvenaria. Não é necessário manter uma aparência industrial ou modular à estrutura, a menos que os futuros moradores desejem ou que seja condizente com a proposta arquitetônica do projeto.

Por conta dessa versatilidade, muitas vezes é difícil reconhecer uma casa pré-fabricada apenas pela aparência. É possível aplicar qualquer tipo de pintura, cerâmica, sistemas de água e eletricidade, forros de gesso e até painéis para conforto termoacústico.

Licenciamento

Seja uma casa ou um edifício, a construção a partir de pré-fabricados também precisa passar pelos mesmos trâmites de licenciamento ambiental, estudo topográfico e geotécnico e autorização pelos órgãos regionais. Fora isso, também é fundamental contar com a supervisão de um engenheiro civil para a elaboração do projeto e supervisão das obras – geralmente, as peças são montadas por profissionais especializados, fornecidos pela própria empresa responsável pela fabricação.

Em resumo, as casas pré-fabricadas são uma excelente opção para quem deseja construir em um menor prazo, sem desperdícios e com custo reduzido. No entanto, tudo vai depender dos fornecedores, do material utilizado, da mão de obra e dos acabamentos escolhidos para a construção.

Para as construtoras, o investimento em edifícios pré-fabricados pode ser uma alternativa bastante rentável, já que os gastos serão inferiores e os imóveis podem ser vendidos e ocupados com maior rapidez.

Fonte: constructapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.