Indaiatuba se destaca em ranking nacional de educação básica

O Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), do Centro de Liderança Pública (CLP), deu a nota 5,6 para Indaiatuba. Com isso, a cidade foi a melhor colocada na Região Metropolitana de Campinas (RMC) e a 26ª colocada no ranking nacional.

Para comparação, a média brasileira foi de 4,7 e a do Estado de São Paulo foi de 5,3. Para avaliar os municípios, foi levado em consideração o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) dos anos iniciais e finais do ensino fundamental; a taxa líquida de matrícula do ensino médio; a escolaridade dos professores; o número médio de horas aula/dia; a experiência dos diretores e a taxa de atendimento na educação infantil das cidades e estados do País.

Mais ensino

Este projeto foi desenvolvido com objetivo de definir a metodologia e implementar o Ioeb para os municípios e estados brasileiros. A partir desse índice é possível analisar e comparar como, em média, cada município, estado ou o Distrito Federal contribui para o sucesso educacional dos indivíduos que nele vivem.

A secretária de Educação de Indaiatuba, Rita de Cássia Trasferetti, ressalta os pontos em que Indaiatuba se destaca em relação aos outros municípios. “Nosso índice de atendimento na educação infantil é muito alto, temos 60% das crianças em creches e 100% matriculadas na pré-escola. Outro ponto em evidência é a formação dos nossos professores, quase todos possuem nível superior e as horas de aula, pois temos sete escolas de período integral municipal e outras duas estaduais. Todo conjunto de ações proporciona um bom desempenho nas avaliações externas e o nosso trabalho visa avançar as políticas públicas educacionais, para que abracem de modo pleno todos os aspectos da educação”, sublinha Rita.

Desempenho da região

Além de Indaiatuba, na RMC as cidades melhores avaliadas foram Vinhedo com 5,5 (32ª colocada) e Itatiba com 5,5 (33ª colocada). Campinas ficou com a média de 5,0, em 747º lugar. Já as cidades da RMC com índices mais baixos foram Santo Antônio de Posse, com 4,8 (1.522º lugar), Engenheiro Coelho, com 4,8 (1.349º lugar), e Cosmópolis, com 4,9 (1.157º lugar). (DCI)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.