IPTU pode arrecadar até R$ 1,3 bilhão em Campinas

A cobrança do IPTU em Campinas em 2020 poderá render aos cofres públicos até R$ 1,3 bilhão, segundo estimativa da secretaria de finanças. São mais de 480 mil carnês com vencimento no dia 23 de janeiro para os imóveis comerciais e 07 de fevereiro para os residenciais. Quem optar pelo pagamento à vista, o desconto da cota única é de 4%. Além disso, quem pagou rigorosamente em dia o imposto de 2019 tem direito a 3% de desconto pela adimplência, que já vem lançado no carnê, mas somente para o pagamento da cota única, totalizando um desconto de 7%. O contribuinte ainda poderá pagar o imposto parcelado em até 11 vezes.

Há ainda mais um desconto, de 1%, limitado a R$ 100,00, para quem optou por receber as guias de pagamento do imposto e taxa imobiliária por meio digital. O secretário de finanças de Campinas, Tarcísio Cintra, explica que este dinheiro é importante para a manutenção dos serviços públicos da cidade, além da obrigatoriedade de investimentos em saúde e educação. “Do valor arrecadado, 25% tem que ser gasto com educação e 17% com saúde. Pode ser usado em qualquer coisa que tenha ligação com essas áreas, como pagamento de salário de servidores, compra de materiais e manutenção de prédios públicos. O restante é para as despesas de custeio da prefeitura. Então não tem uma destinação específica, exceto essa parcela destinada para educação e saúde”, explica.

Quem ainda não recebeu o carnê do IPTU em casa, tem que solicitar a emissão de segunda via, que pode ser feita no SAC da prefeitura de Campinas, através do telefone 3755 6000. O serviço também pode ser solicitado no site da administração, no www.campinas.sp.gov.br, ou presencialmente no serviço Porta Aberta. (CBN Campinas)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.