Morador de Franca assina 1º contrato imobiliário em braille do país

 “Eu fico muito feliz porque era o que eu e minha esposa tínhamos no projeto de vida”. Com essas palavras o atendente de telemarketing Elieser Oliveira de Souza comemorou um feito inédito. O morador de Franca (SP) é o primeiro do país a assinar um contrato em braille para financiamento da casa própria.

Aos 31 anos, ele e a esposa Tatiana Batarra de Souza estão realizando um sonho. Elieser tinha 20 anos quando sofreu um acidente de moto que tirou totalmente sua visão do olho direito. Com o olho esquerdo, ele consegue enxergar apenas 20%, sem o campo de visão.

Ele admitiu que ficou emocionado ao ser o primeiro deficiente visual a assinar o contrato nesse formato com a Caixa Econômica Federal. “Eu sou um estudante de Recursos Humanos e quero me aprofundar sobre às pessoas com deficiência e ser representante dessas pessoas com deficiência visual” explicou.

A formalização aconteceu em Brasília (DF) e contou com a presença do presidente da Caixa Federal, Pedro Guimarães.

O contrato de financiamento é por 30 anos. A casa adquirida no Condomínio Jardins de Franca, da Pacaembu Construtora, já está em obras.

De acordo com a engenheira civil, Ana Maria Figueiredo Martins, a casa terá “adesivos em braille nas instalações elétricas para que ele reconheça a voltagem das tomadas, e nos interruptores o que está ligado e ou desligado. O imóvel terá em volta das tomadas uma cor contrastante para que com o pouco que ele enxerga consiga visualizar onde está o interruptor, fixadores de porta para impedir que as portas batam e que ele bata o rosto em uma porta, e especificamente para o Elieser como ele comentou que tem muitos amigos deficientes físicos, a Pacaembu está fazendo adaptações parciais no sanitário para que os visitantes possam utilizar o banheiro”.

Além desses equipamentos serão instaladas rampas pavimentadas de acesso ao imóvel.

Fonte: Pop Mundi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.