Para CBIC, expansão imobiliária em 2020 tende a superar a de 2019

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, acredita que os lançamentos e vendas de imóveis dos padrões médio e alto em 2020 devem superar os de 2019, em função da maior oferta de crédito e da melhoria de renda. Ele também prevê a recuperação de mercados fora da região Sudeste.

“A grande revolução do crédito foi a Caixa Econômica Federal passar a oferecer financiamento imobiliário atrelado ao IPCA [Índice de Preços ao Consumidor Amplo]”, afirmou Martins ao Valor Econômico. A declaração integra matéria que destaca que incorporadoras elevaram lançamentos em 36% no ano passado.

Martins ressaltou também que, mesmo lenta, a redução do desemprego começa a se refletir no aumento da confiança por parte de quem está empregado. Além disso, espera que a expansão do País tende a superar a do ano passado, puxada por mercados como Salvador, Recife e Brasília, que começam a se recuperar.

De modo geral, o presidente da CBIC avaliou que o mercado espera a continuidade de melhor desempenho de lançamentos e vendas para as classes média e alta em relação ao de produtos para a baixa renda.

A repórter ouviu as maiores empresas do setor e consolidou os dados imobiliários que indicam crescimento de 36% do Valor Geral de Vendas (VGV) apresentado ao mercado, na comparação com 2018, para R$ 22,595 bilhões. (CBIC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.