Plano prevê R$ 1,6 bi para segurança hídrica da região

O Plano Nacional de Segurança Hídrica, lançado nesta quinta-feira (11) pela
ANA (Agência Nacional de Águas) e o Ministério do Desenvolvimento Regional prevê investimentos de R$ 1,6 bilhão na região de Campinas para que os moradores não sofram com problemas de abastecimento a partir de 2035.

O documento todo tem 99 intervenções. No estado de São Paulo são 15, e
quatro que terão efeito sobre moradores das cidades da RMC (Região
Metropolitana de Campinas). Uma delas é a barragem de Pedreira, que está em obras. Para ela, o relatório recomenda um investimento de R$ 243 milhões para que o projeto seja concluído até 2022.

É o mesmo prazo para a barragem de Duas Pontes, em Amparo, que vai fazer parte desse mesmo sistema. Neste caso a recomendação é de um investimento de R$ 206 milhões. A obra toda deve garantir o abastecimento de 5 milhões de pessoas na região. O relatório também aponta a necessidade de investimento de R$ 724 milhões no sistema adutor regional PCJ, para que a água das barragens de Amparo e Pedreira cheguem a mais cidades. Recomenda, ainda, investimento na barragem do Rio Piraí, que está em fase de planejamento e deve beneficiar Indaiatuba, Salto. Neste caso, são R$ 467 milhões até 2024.(A Cidade ON)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.