Preço de imóveis residenciais permanecem estáveis em janeiro

O Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R), medido pela
Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança
(Abecip), ficou praticamente estável em janeiro, fechando com uma variação de 0,01%. Após variar 0,1% em dezembro do ano passado, o indicador acumulado em 12 meses caiu de 0,64% para 0,62%.

Segundo a Abecip, entre as dez capitais brasileiras que abrangem o índice,
em janeiro, apenas Recife e Rio de Janeiro apresentaram variações nominais negativas dos imóveis residenciais. Na análise das respectivas variações acumuladas em 12 meses, as duas cidades permanecem com números negativos, mas rumando para a estabilidade.

No caso das demais capitais que tiveram variações positivas em janeiro,
cinco delas tiveram acelerações nas respectivas variações em 12 meses (Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Brasília). As outras três
sofreram desaceleração nesta perspectiva (São Paulo, Fortaleza e Goiânia).

Conforme a pesquisa, de forma geral, os resultados apurados em janeiro,
representam os efeitos da lenta recuperação do nível de atividade da
economia, e do setor imobiliário, em particular, sobre os preços dos imóveis
residenciais. O levantamento aponta que a aprovação das reformas que
garantam a trajetória favorável de preços e juros em um primeiro momento, e dos investimentos em geral na sequência, permanece sendo um fator condicionante para a recuperação do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.