De acordo IGP-DI, inflação cai para 1,5% em fevereiro. Em janeiro índice foi de 2,01%

Marca também foi menor do que no mesmo período de 2021, quando registrou 2,71%

Na terça-feira, dia 8 de março, foi divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou inflação de 1,5% no mês de fevereiro, menor do que de janeiro, quando registrou 2,01% e do que fevereiro de 2021, que foi de 2,71%.

Com isso, o indicador está registrando uma inflação de 3,55% ao ano. Em 12 meses, o montante chega a 15,35%, menos do que os 29,95% registrados nos 12 meses, só que em fevereiro do ano passado.

“Sabemos que para os investidores, o IPCA é o índice mais importante. Porém, para o brasileiro médio, o IGP-DI ainda tem o seu impacto, já que o no mercado os preços refletem seu aumento ou decréscimo. Além disso, o dólar está diretamente ligado ao índice, portanto era esperado este resultado em decorrência da queda da moeda americana”, destaca o presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho.

Entenda a queda         

A queda entre os dois meses iniciais do ano se deve pelos três subíndices que compõem o IGP-DI. A inflação do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede o atacado, caiu de 2,57% em janeiro para 1,94%. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) que também registrou queda. Foi de 0,49% em janeiro para 0,28% em fevereiro.

E por fim, Índice de Preços ao Consumidor (IPC) que foi de 0,49% em janeiro para 0,28% em fevereiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.