INCC-M acumula taxas de inflação de 4,27% no ano e inflação da construção fica em 1,49% em maio

Pesquisa da FGV mostra taxa maior do que a observada em abril (0,87%)

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) registrou no mês de maio deste ano uma inflação de 1,49%, de acordo com dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A taxa é a maior do que a observada no mês anterior – com 0,87% – e menor do que a de maio de 2021, quando o índice registrou taxa de 1,80%.

Com o resultado, o INCC-M acumula taxas de inflação de 4,27% no ano e 11,20% em 12 meses. Para o presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho, essa variação no percentual de inflação de um mês para o outro pode ter várias explicações, sendo a alta da taxa Selic uma delas. “Com o aumento da taxa básica de juros (taxa Selic) em 12,75% e a alta dos custos da construção civil, o dinamismo da economia afeta tudo o que está atrelado, sendo o custo da construção um desses fatores”, explica Lima Filho.

Francisco de Oliveira Lima Filho, presidente da Habicamp

A taxa do subíndice relativo a materiais, equipamentos e serviços passou de 1,24% em abril para 1,55% em maio. Já o subíndice referente à mão de obra subiu de 0,46% em abril para 1,43% em maio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.