Mercado imobiliário deve ser pautado por juros e corrida eleitoral em outubro

Aposta em ambientes de trabalho compartilhados pode ter impacto positivo

O mercado imobiliário em 2022 deve ser pautado pela corrida eleitoral, possivelmente o evento que terá maior impacto no Brasil neste ano, juntamente com a escalada dos juros básicos.  Os impactos da pandemia e a retomada das atividades presenciais ou híbridas também interferem na concessão de crédito imobiliário.

Porém, apesar disso, segundo uma pesquisa feita pela Amazonita Clube, quase metade dos entrevistados disseram que o mercado imobiliário vai crescer no Brasil neste ano. Seja de maneira moderada (40,3%) ou intensamente (7,5%). Outro grupo, considera um crescimento menor, de apenas 23,9% acredita em um movimento oposto.

Prefeitura autoriza estudo para implantação de modal ferroviário
Francisco de Oliveira Lima Filho

“É importante ficarmos atentos para as situações que estão por vir neste ano. Acompanhar o mercado é fundamental para se manter no topo”, declarou o presidente da Habicamp, Francisco de Oliveira lima Filho.

 

Mercado Imobiliário – RESIDENCIAL EM ALTA

Dos segmentos imobiliários, o que irá oferecer maiores oportunidades é o residencial, seja no ponto de vista venda ou de locação para gerar renda. Até no de galpões e condomínios industriais.

 

LOCAIS DE TRABALHO

Ainda segundo as estatísticas e os entrevistados para a pesquisa, os moldes que serão consolidados são os de produtos imobiliários que foram potencializados pela pandemia como ambientes de trabalho flexíveis e mais próximos de colaboradores.

 

AMAZONITAS

Para a enquete, o Amazonita Clube ouviu 67 profissionais atuantes no setor imobiliário brasileiro, sendo 77,6% mulheres, entre os dias 2 e 9 de dezembro. Mais de 43% deles atuam na gestão de empresas desse mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.