Queimadas impactam o setor de mineração e construção

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil – Os problemas ocasionados pelas queimadas vêm afetando diversos setores, além do meio ambiente em si. O setor de mineração e construção é uma delas, especialmente por possuírem diversas obras e operações que ocorrem a céu aberto e que dependem de boas condições do tempo para seu pleno funcionamento e segurança.
Quando essas atividades estão próximas a uma vegetação exposta ao risco de queimadas, podem deixar seus colaboradores suscetíveis aos seus danos. Outro fator importante é que a inalação do material particulado pode provocar sérios problemas respiratórios aos funcionários e a fuligem das queimadas afeta o funcionamento dos equipamentos que podem ser paralisados ou até mesmo atingidos pelo fogo, que na maioria das vezes expande facilmente. Além disso, o risco a saúde dos operadores e o impacto ao meio ambiente é afetada, colocando em risco os ativos da empresa.
De acordo com especialistas, as empresas que possuem atividades em áreas favoráveis a ocorrências de queimadas precisam ter um plano de contingência que inclua evacuação para emergências. Há plataformas de monitoramento e alertas, como o Sistema de Monitoramento e Alerta Climatempo (SMAC), onde os colaboradores podem ser alertados em diferentes situações de risco, como chuva, vento, raios e queimadas.
As empresas que possuem a responsabilidade social utilizam tais plataformas de monitoramento de risco meteorológico e compartilham informações com a Defesa Civil, Prefeitura e grupos locais, para que o impacto em suas operações e nas comunidades vizinhas sejam minimizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.