Oferta e matérias-primas ainda são afetadas pela pandemia

foto: José Paulo Lacerda / CNI –  As indústrias passaram por alguns desafios durante o segundo trimestre de 2021 pela falta e alto custo das matérias-primas. De acordo com a pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria), os efeitos da pandemia têm impactado de forma negativa a oferta de insumos para o setor. Além disso, a Sondagem Industrial mostra que os preços das matérias-primas vêm aumentando consideravelmente nos últimos meses, mesmo que lentamente.
Em junho, a distância para o planejado foi maior, comparado aos meses de abril e maio, quando os índices foram de 49,6 e 49,2 pontos.

Emprego
A CNI apontou que o emprego completou um ano sem queda, tendo o indicador de empregados aumentado 52 pontos no mês de junho. Sendo assim, o número de trabalhadores só vem aumentando, já que agora está acima da linha de 50 pontos.
Pelo segundo mês consecutivo, a produção industrial atingiu um crescimento significativo, ficando em 52 pontos em relação aos índices anteriores.
Para entender melhor, os índices variam de 0 a 100, com linha de corte em 50 pontos, sendo assim, os dados acima desse valor indicam crescimento na comparação com o mês anterior.

Expectativas

De acordo com o presidente da Habicamp, Francisco Lima Filho, isso pode significar uma grande evolução para os próximos meses, trazendo otimismo para os empresários industriais. “Com o mercado aquecido e a queda do desemprego, as indústrias do país retomam e possibilitam horizontes mais otimistas no mercado pós-pandemia”, explica o presidente. A expectativa de demanda aumentou 1,1 ponto em relação a junho, alcançando mais de 60 pontos. Esse é o maior valor alcançado em julho desde 2011.

Todas os indicadores obtiveram satisfação com a situação financeira e registraram crescimento em julho. O índice de expectativa para exportação também cresceu 0,5 ponto, passando de 54,9 pontos para 55,4 pontos entre junho e julho. O desejo é que esse índice aumente cada vez mais.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.