Brasil é o quinto colocado em ranking mundial de construções ESG

O resultado no ranking também traz como impacto a redução dos custos da obra e de manutenção

De acordo com o GBC Brasil (Green Building Council) – entidade sem fins lucrativos que atua na promoção de práticas ecologicamente efetivas na área da construção civil, o Brasil já é o quinto país com o maior número de projetos sustentáveis no ranking mundial. As técnicas aderidas, que diminuem o gasto de recursos como energia e água, e envio de até 80% dos resíduos gerados para reuso ou reciclagem, foram os motivos que deixaram o país em colocação positiva.

De acordo com o Presidente da Associação Regional da Habitação de Campinas, Habicamp, Francisco de Oliveira Lima Filho, não é mais possível não falar sobre sustentabilidade e deixar de lado o impacto das construções na biodiversidade e na saúde e bem-estar das pessoas.

“A pandemia veio para reforçar que a qualidade de vida e meio ambiente são prioridade. A sustentabilidade é uma grande aliada da economia e as práticas na engenharia sustentável são efeitos que trarão ainda mais benefícios futuramente”, explica.

A sustentabilidade oferece maior qualidade de vida quando usada de forma inteligente. Inclusive, as exigências por posturas empresariais mais responsáveis têm sido um fator cada vez mais decisivo para consumidores e investidores da área. O objetivo é que os custos da obra e manutenção continuem em queda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.