Jonas vai pedir a Doria extensão do trem de Jundiaí até Campinas

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), disse que vai pedir ao governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), que mantenha o projeto de um trem que vai ligar Campinas a São Paulo e que vai funcionar como uma extensão da linha 7-Rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) – que hoje chega apenas até Jundiaí. O plano é ligar a Estação Cultura, no centro de Campinas, à Estação da Luz, no centro de São Paulo, em 1h30.
Para o prefeito, a proposta é viável. “Vou trabalhar para que o projeto saia”, disse ele. O trem poderá ser opção de transporte para cerca de 60 mil pessoas que se deslocam de Campinas para São Paulo diariamente.

A proposta foi anunciada pelo atual governador Márcio França (PSB) em setembro – em plena campanha eleitoral. Donizette, que foi o coordenador de campanha de França, disse acreditar que isso não afetará o relacionamento entre os dois. “A campanha acabou. O Rodrigo Maia (vice-governador) me ligou e disse que ficou sabendo que tinham coisas quentes (contra a campanha de Doria) nas eleições e era eu quem tinha posições mais brandas e serena nas eleições”, disse ele.

Hoje a linha 7-Rubi vai da Estação da Luz até Jundiaí, ao longo de 18 estações e 60,5 km no total. Atende aos municípios de São Paulo, Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Jundiaí, e transporta, em média, 458 mil passageiros por dia útil.

A proposta do atual governo era iniciar a operação a partir de 2019. O governo tentaria um convênio com a União e a Rumo Logística, concessionária desse trecho da ferrovia federal, para cessão da via. Também estudava a possibilidade de uma parceria com a Rumo para o desenvolvimento dos projetos básico e executivo das obras de recuperação da via férrea e de energização da rede aérea. A expectativa é fazer 50 km de rede aérea entre Jundiaí e Campinas.

Trem Intercidades
Doria disse na semana passada em entrevista à Band Campinas que fará o TIC (Trem Intercidades) por meio de PPP (Parceria Público Privada). O Intercidades pretende ligar a capital às regiões metropolitanas de Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba. A estimativa é de investimento de R$ 20,8 milhões. O governador eleito disse que vai dar o direito de uso de trilhos e de expansão de áreas ao vencedor. “Vai sair porque vou tocar com o setor privado”, disse ele.
O tucano não quis se comprometer com prazos. “Quero fazer e concluir dentro dos quatro anos do meu governo”, disse ele. (Blog da Rose / Band)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.